quinta-feira, 1 de outubro de 2009

Bolo sem ovos

Ora bem...este bolo não leva ovos...é verdade! Mas fica tão bom como se levasse e é muito simples de fazer:

250g farinha;
2 iogurtes;
200g açúcar;
1 chávena óleo;
4 maçãs;

Juntar os iogurtes, a farinha e o óleo. Cortar as maçãs em pedaços e juntar à massa.
Levar ao forno em forma untada durante cerca de 40 minutos.

Nota: Como tinha pressa coloquei no micro ondas em potência máxima por 13 minutos (daí a cor estar um bocado pálida, mas gostoso na mesma). Como sou muito gulosa, abri o bolo ao meio e recheie com compota de maçã!

8 comentários:

ELISABETH disse...

OLA CLAUDINHA: ora aki fica uma ideia bem boa prk. por vezes até se fazia um bolito mas ....faltam os ovos:p))
BJOKAS DOCES
ELISABETH

Romy disse...

Que bolinho delicioso... às vezes na falta de ovos, este bolinho é uma uma sugestão ;-)

moonlight disse...

Sem ovos...interessante!
Eu pensava que era gulosa, mas já vi que há quem me supere :) bolo de maçã com compota de maça...eh...eh... deve ser doce!
Bjinhos

Patricia disse...

olá... fiquei apaixonada pelos dois amiguinhos que tens ali ao lado... sao uns amores... em relação à receita parece-me bastante bem... talvez a experimente este fim-de-semana...

beijos

moranguita disse...

claudia que bela soluçao para quando nao ha ovos em casa.
esta uma maravilha e esteja branquinho ou nao ja marchava uma fatia:-)
beijocas

Mundo de Alice disse...

eu não conhecia bolo sem ovos...

Sónia Alexandra disse...

Uma originalidade que tenho de fazer. beijinhos

xistosa - (josé torres) disse...

Antes que me esqueça.
Hoje o post pode interessar-lhe.
Como cuidar de bebés, rsss, rsss, rsss.

Espero que não leve a mal o que vou escrever.

Há muitos anos (perdem-se no tempo), por motivos da vida extra pública e dentro da profissão liberal (projectos de águas e saneamento), eu e uns amigos ou companheiros, iamos jantar a um restaurante na baixa do Porto, que para além de ter uma cozinha muito razoável, tinha preços acessíveis.
Os empregados é que colocavam mal a casa, porque eram "contratados" lá na terrinha e vinham para um balcão.
Era um snack.

Um dia pedi um prego em pão sem pão.
Até o cozinheiro veio perguntar o que efectivamente eu queria e com ar de ter assimilado tudo, foi para a cozinha fazer o prego em pão sem pão.
Pegou no pão e tirou-lhe a côdea ...
Disse que aquilo era com pão.
Conclusão.
Acabámos numa risota e lá comi o prego em prato.

Uma boa semana e tudo de bom.