terça-feira, 27 de maio de 2008

Chocos no azeite!

Estes chocos são mesmo um pitéu maravilhoso. Experimentem e digam-me!

1- Arranjei os chocos (eram frescos), retirei peles, a "espinha" e a tinta.
2 - Lavei bem e cortei-os em quadrados.
3 - Num tacho coloquei azeite (um bocado mais do que para fazer um refogado normal), dentes de alho inteiros com casca (4 ou 5).
4 - Deixei os alhos fritar e pus o choco.
5 - Deitei 1 folha de louro, sal, pimenta, 1 malagueta aberta ao meio.
6 - Assim que o azeite evaporou quase por completo, deitei 1 copo de vinho branco e deixei o choco fritar.
7 - Faltaram-me os coentros picados porque me esqueci, mas dão um gosto ainda melhor!
8 - Acompanha bem com: batatas fritas, batatas maravilha ou cozidas, arroz branco ou uma simples salada!

(A foto está péssima, mas garanto que este choco vale a pena!!)

5 comentários:

ameixa seca disse...

Hoje já vi lulas e chocos... há tanto tempo que não como. Deu-me a saudade e a gula também... Que bela combinação. Tou tramada :)

Bela disse...

Hummmm...
Que pitéu...
Bjinhos da Blea

Marizé disse...

Eu gosto tanto deste petisco.

Bj

xistosa disse...

Não tenho aparecido ... não é que os pitéus não sejam de fazer inveja...
Tive um problema com o antivírus, que me bloqueava o computador e só ao fim duns 15 segundo é que voltava a desbloquear.
Para visitar "alguém", eram 15 s à ida e 15 s de volta ao meu, mais o tempo do comentário, não chegava uma minuto.
Depois ainda bloqueava a meio do comentário ...
Vamos mas é comer uns chocos ...
A foto "não presta" .... preferia um prato deles, apesar de oa olhos também comerem.
Chocos, lulas, potas e polvo, se não fosse pelo colesterol que têm era todos os dias.
Experimente uns chocos pequenos, que já vêm arranjados, congelados, que se vendem no Jumbo em embalagens de 400g.
A medida é 60UP, mas depois de cozinhados encolhem muito. São baratos e até para uma caldeirada.
É só lavá-los bem.
Na caldeirada, cozo a batata àparte, porque os chocos "perdem-se" no meio do molho.
Ontem, quinta-feira, juntei 6 amigos para comermos, cerca de 30 quilos de favas.
Depois de descascadas, até tive medo que não chegasse e fiz arroz branco, frito só com alho.
Só com enchidos, mas é uma trabalheira, na Makro compro os morcelas de arroz, as farinheiras da casa da Prisca e os chouriços de vinho e colorau. Também só umas tiras de costelas de porco.
No Jumbo as morcelas da Beira, no Pingo Doce, os chouriços de cebola, de Ponte de Lima.
Moro junto a estas superfícies ...
Não lhe tiro a camisa, só a algumas para engrossarem o molho.
Como arranjo folha verde do alho, faço umas "bonecas", com coentros frescos e depois "envolvo", na folha de alho.
Como não tenho confiança nos meus dotes de artesanato. Amarro tudo com linha de culinária para ter a certeza que não se desfaz.
Depois é um pouco de picante e uma cebolada com quatro ou cinco cebolas e muito alho e umas folhas de louro ... come-se ... come-se e empurra-se com Veludo Negro.

O Veludo Negro, é uma bebida feita com espumante rosé e cerveja preta, com um pouco de açúcar amarelo ou mascavado, o que é ainda melhor.
Não tinha espumante rosé.
Comprei do Pingo Doce, aquela "coisa que chamam espumante italiano", o ASSO - Moscato.
Mas com a cerveja preta ... morre maravilhosamente.
Em dois garrafões de 5 L de água, deitei 3 garrafas de espumante e 6 cervejas pretas.
Não agito e não deitei açúcar, só noz moscada, moída FINA. Pouca.
Depois foi para a arca, até querer começar a congelar ...
éramos 6+eu e foram os garrafões e as favas.
Não é muito alcoólica e escorrega ... escorrega.
Não fica cara.
Experimente com 1 garrafa de espumante e 3 cervejas pretas. Ponha-lhe uma colher de sopa bem cheia de açúcar amarelo ou mascavado, ou até branco, mas depois quando voltar a fazer, vai notar a diferença, no espumante e dissolva-o.
Só depois é que junta a cerveja.
Se quiser, rale a noz moscada para o copo, na altura de servir ...
Não utilize noz moscada já ralada, que não tem o mesmo sabor.
Tem que a ralar muito fina.
(Se o ralador for dos de aço inos, que ralam mais grosso, numa tábua de cozinha, coloque uma folha de papel e deite a noz moscada ralada. Com uma garrafa, COM CUIDADO, role-a para diminuir a granulagem da noz moscada.
Também, pode fazer esta operação no fundo dum tabuleiro resistente, de ir ao forno, ou até no do próprio forno.
É exótico e afrodisíaca, dizem os entendidos ...
Chega de conversa ... escrita.
Já tinha saudades desta vida e foi o primeiro nome que encontrei nos meus comentários.
Continue com os petiscos e até já ...

iliane disse...

acho uma maravilha os mariscos de vocês ai..aqui no Brasil não tem chocos..hoje é a segunda receita que vejo de chocos..me deu agua na boca...obrgado pela visita..ah..e..copo americano..é o copo de requejão cremoso daqui do Brasillse quizeres ti passo em ml..ok